A primavera chegou e com ela trouxe a necessidade de reorganizar o guarda-roupa, permitindo o fluir de energias bloqueadas pela roupa que já não veste.

Guarde um dia para proceder à triagem das peças de roupa que tem, pelo menos duas vezes por ano: no início da primavera e no início do outono.

Passo 1: Fazer a triagem da sua roupa

Retire toda a roupa e acessórios de moda do seu guarda-roupa e proceda a uma limpeza a fundo com um pano húmido para retirar todo o pó. Deixe arejar, pelo menos, durante uma hora antes de voltar a arrumar a roupa.

Aproveite para substituir todos os repelentes anti-traças, de forma a garantir que o vestuário se mantenha em boas condições por mais tempo.

Comece a fazer a triagem da sua roupa, dividindo-a em 3 pilhas: a do ‘sim’, do ‘não’ e do ‘talvez’. Deverá, ainda, verificar se o seu calçado ainda está em condições de ser usado, assim como as malas/carteiras e cintos.

A pilha do ‘talvez’ diz respeito às peças que lhe suscitam dúvidas… Por isso, deverá ser cuidadosamente analisada, voltando a vestir todas as peças de roupa. Se não gostar de se ver com alguma peça ou se já não lhe servir, poderá doá-la a uma instituição ou oferecer a uma amiga ou familiar que saiba que vai usá-la. Se alguma peça puder sofrer adaptações de forma a poder vesti-la novamente, analise com uma costureira a viabilidade dessa adaptação.

A pilha do ‘não’ será composta por peças que não quer mesmo voltar a usar, não necessitando de analisar nem voltar a vestir. Se tiver alguma peça nessa pilha que não esteja em condições de ser vestida, poderá transformar em panos de limpeza (se o tipo de tecido o permitir). Deitar fora será o último destino, caso não encontre outra opção.

Em relação à pilha do ‘sim’, são essas as peças de roupa que deverá voltar a arrumar no seu guarda-roupa. Opte por agrupar por tipo de peça ou por cor, conforme gostar mais e for mais funcional para si.

O grande objetivo da arrumação do guarda-roupa é facilitar a escolha dos seus looks para o dia a dia, poupando tempo nas manhãs (ou na véspera, caso prefira escolher antecipadamente o que vai vestir no dia seguinte).

Passo 2: Proceder à arrumação do seu guarda-roupa

Ao realizar a triagem do seu guarda-roupa e depois proceder à sua arrumação, irá verificar que ganhou espaço de arrumação. Por outro lado, provavelmente também irá perceber que necessita de adquirir algumas peças essenciais no seu guarda-roupa e que lhe fazem falta para poder conjugar o maior número possível de looks e assim rentabilizar o seu guarda-roupa. Assim sendo, esse espaço adicional será bastante útil para receber a roupa que irá adquirir.

Ao arrumar as peças da pilha ‘sim’, tenha o cuidado de optar pelos cabides certos, de acordo com o formato da peça e tecido, escolhendo sempre cabides da mesma cor para não adicionar confusão visual de cores no guarda-roupa.

Atenção que as peças de malha não deverão ser penduradas em cabides, pois irão deformar-se. Opte por arrumá-las em gavetas ou em prateleiras.

Coloque as peças que veste com maior regularidade numa zona mais visível e acessível do guarda-roupa, deixando as peças que veste em ocasiões especiais guardadas em caixas de plástico ou em capas com fecho.

Tenha sempre formas de madeira com a medida dos seus pés no calçado que usa com menor regularidade. Este procedimento irá evitar-lhe muito desconforto e dores nos pés.

Ao arrumar as malas/carteiras, coloque-as direitas e lado a lado, sempre com enchimento para não perderem a forma.

Existe no mercado uma grande variedade de utensílios que poderão ajudar na arrumação e organização do guarda-roupa. Analise previamente as opções à venda em lojas do setor e escolha as opções que mais gosta e que se adaptam à sua casa e ao seu guarda-roupa.

 

Por Alexandra Lopes

Consultora de Imagem

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

2 + 10 =