O crescente aumento do sobrepeso, obesidade e comorbilidades associadas, transversal a países menos e mais desenvolvidos, mostra claramente a importância do exercício físico na atualidade, pois até mesmo a manutenção do peso, após a perda, é uma tarefa bastante árdua. Apesar deste facto, em Portugal, o número de pessoas que se envolve em práticas de exercício físico regular é ainda residual. Entre os motivos para este dado, salientam-se a pouca motivação e o custo do serviço.

O AMAZINGYM procura dar resposta a este problema, com o compromisso de uma oferta de pura educação física, de elevada qualidade, a um preço acessível a todos, com um acompanhamento tão personalizado quanto possível. Tendo como base a experiência dos sócios-fundadores e um conhecimento profundo do mercado, o AMAZINGYM apresenta-se com um conjunto de serviços que tornarão a experiência dos seus clientes altamente enriquecedora, oferecendo um produto diferenciador, capaz de fidelizar os seus clientes, com uma oferta de aulas alargada e um ambiente verdadeiramente fascinante, procurando, assim, impactar positivamente a vida das pessoas, através das melhores práticas de exercício físico e fitness, envoltas num espaço familiar, desafiador e personalizado.

A prática regular do exercício físico após a perda de peso

Com particular foco na perda de peso e manutenção do mesmo, um estudo publicado nos Annals of Internal Medicine concluiu que a prática regular e contínua de exercício físico, após a perda de peso, ainda que de baixa intensidade, é extremamente benéfica no que toca a manter o peso atual e evitar que se volte a ganhar tudo aquilo que custou tanto a perder. O estudo foi realizado durante 56 semanas, onde um dos grupos realizou um programa de treino de baixa intensidade, orientado por profissionais de Educação Física, ao longo desse período de tempo, mantendo uma prática regular de exercício, enquanto um outro grupo não realizou qualquer tipo de atividade orientada durante todo esse período de tempo. Após essas 56 semanas, juntaram os dois grupos para uma pesagem de controlo e, como conclusão, verificou-se que o grupo que tinha realizado o programa de treino de baixa intensidade teve uma variação de peso de apenas 600 g, enquanto que o grupo que não realizou qualquer tipo de atividade física orientada aumentou de peso, em média, em 2 kg e 300 g.  Assim, concluiu-se que a prática regular de exercício físico, de forma orientada e ainda que de baixa intensidade, associada a uma alimentação cuidada, regrada e equilibrada, tem resultados bastante positivos na manutenção do peso desejado a longo prazo.

Mas, quais os melhores alimentos que nos podem ajudar?

Hoje em dia, sabe-se que, por exemplo, a canela apresenta um potencial antimicrobiano exímio, tal como um efeito anti-inflamatório relevante, fruto do seu elevado teor em polifenóis. A par deste contributo, alguns estudos preliminares são bastante otimistas quanto a um efeito benéfico da canela na prevenção de doenças cardiovasculares, altamente influenciadas pelo sobrepeso, na modulação do sistema imunitário e, eventualmente, na atuação como agente antitumoral. Todavia, esta panóplia de benefícios não fica por aqui, tendo também a canela um papel proativo na redução dos níveis de colesterol sanguíneo e pressão arterial. Mais curioso, é mesmo, o seu contributo como ‘atenuador’ glicémico. Na realidade, a canela parece potenciar a ação da insulina, o que promove uma diminuição dos níveis de açúcar no sangue após as refeições. Porém, não vamos ‘deitar foguetes’, pois com isto não queremos dizer que podemos adicionar canela a todos os doces e mais alguns e achar que o efeito prejudicial do excesso de açúcar destas preparações fica completamente camuflado. Então, como tirar proveito dos efeitos benéficos da canela? Adicionando-a ao café, ao chá, ao iogurte (sobretudo aos naturais, para aumentar a sua palatabilidade), à fruta, ao leite, aos batidos, ao queijo quark, às claras de ovo, às panquecas, etc.  Não existindo grandes preocupações com a dose, pois, quer pelo escasso valor calórico associado, quer pela pequena quantidade normalmente ingerida, a canela nunca será um grande contributo do ponto de vista energético. Ainda assim, possui ainda a vantagem de ser uma excelente fonte de fibra, cálcio e ferro. Por isso, que seja, a partir de hoje, um alimento muito bem-vindo na sua alimentação!

 

Por AMAZINGYM

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

thirteen − two =