O verão está a chegar e com ele chega a preocupação com o nosso corpo e com a nossa imagem que, ao longo dos próximos meses, estará mais exposta. Paralelamente, surge a necessidade de praticar exercício físico, quer para perder peso, tonificar, ou também aumentar o nosso volume muscular. É aqui que o tema de hoje começa a ser um problema: onde encontrar motivação para iniciar algo que, na maioria dos casos, não é habitual no padrão do dia a dia? Neste artigo, deixo algumas dicas para se sentir e manter motivado para a prática desportiva.

Dica nº 1

Procure fazer algo que goste, experimente ginásio, mas perceba se gosta mais de aulas de grupo ou se, pelo contrário, prefere usar a sala de musculação para atingir o seu objetivo. As aulas de grupo são mais dinâmicas e específicas e vão de encontro aos gostos pessoais. A sala de musculação permite conhecer melhor o seu corpo, mas a sua motivação terá de ser maior, pois, por vezes, o treino poderá ser mais monótono.

Dica nº 2

Estabeleça objetivos realistas, ou seja, não coloque metas como, por exemplo, perder 10 quilos numa semana. É possível, mas a exigência para esse tipo de objetivo será superior à sua capacidade para o realizar. Faça exatamente o contrário. Estabeleça metas realistas e que sabe que tem capacidade para atingi-las.

Dica nº 3

Não encare a dor como um malefício do exercício. A dor faz parte do treino e da reestruturação que irá acontecer no seu corpo. A dor é associada, muitas vezes, a lesão, mas esse é um mito do mundo do fitness, principalmente para os iniciantes. A dor muscular é um sinal que o músculo foi trabalhado e que o treino fez efeito e ela será sempre maior nos primeiros dias de treino, pela simples razão de que os seus músculos não estavam habituados a esse tipo de carga.

Dica nº 4

Não estabeleça comparações com os seus parceiros de treino ou com os clientes que usam o mesmo ginásio que você. Esse é o maior erro que pode cometer ao longo de um processo de treino, isto porque cada corpo tem uma resposta única ao treino, logo, comparar efeitos do treino não será a melhor forma de se motivar. Para se sentir motivado procure indicadores como, capacidade para realizar os exercícios com menor dificuldade, capacidade para usar pesos com maior pesagem (executando os exercícios corretamente) e também a sua capacidade para realizar exercícios de maior grau de dificuldade. Com estes indicadores estará, com certeza, num bom caminho.

Dica nº 5

A sua preocupação maior é a sua imagem, mas não faça disso uma obsessão. Olhar constantemente ao espelho, pesar-se ou questionar outras pessoas sobre o que acham do seu corpo, nunca serão bons costumes motivacionais. Procure fazer uma avaliação corporal mensalmente (no seu ginásio, de preferência) e aí sim, comparar valores para perceber se o seu corpo está a evoluir da forma que pretende.

 

Estas são algumas dicas para se manter motivado para o treino e para o seu objetivo, mas faço uma ressalva, a sua motivação parte sempre de si e não dos outros, por isso treine para se sentir bem e para corrigir erros no seu estilo de vida e não para agradar os outros, porque se fizer com esse sentido, a sua motivação será sempre insuficiente. É também importante ter em mente que chegar ao objetivo requer sacrifício, por isso não desista à primeira dificuldade, motive-se constantemente e continue até chegar à sua meta. Bons treinos!

 

Por Marco Marçal

Professor de Educação Física, Instrutor de Fitness e Treinador de Futebol

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

nineteen + six =