Estas orientações são preparadas com base nos movimentos planetários em relação à posição do Sol para cada casa dos 12 signos zodiacais, sendo, por isso, apenas uma indicação das energias mais significativas para o mês a que se referem. Por essa razão, devem ser lidas no pressuposto de que não substituem uma leitura personalizada do seu próprio tema astrológico.

Carneiro

(21 de Março a 20 de Abril)

Este mês inicia-se com uma energia bastante presente que se relaciona com a energia emocional, especialmente devido à presença de Marte no signo de Caranguejo, pelo que, nesta fase, as ligações familiares serão o palco principal para as emoções. É possível que a tensão entre as suas vontades e desejos e a aceitação da sua família, a respeito destes temas, seja bastante importante e será necessário encontrar soluções mais ou menos harmoniosas para estes desafios, sem que se deixe levar pelo impulso de ‘levar tudo a direito’. Procure manter a sua energia estabilizada, caminhando e fazendo exercícios para esgotar a energia excedente.

 

Touro

(21 de Abril a 21 de Maio)

Logo no dia 5, poderá sentir uma mudança na sua energia, que esteve muito dedicada a si mesmo e que agora se desloca para uma área relacionada com a forma como ganha o seu sustento. Caso ceda a exageros, em questões de gastos, perto do final do mês, sentirá o peso das opções menos adequadas. Assim, o melhor será estabelecer, à partida, metas bem definidas sobre os ganhos e os gastos, para evitar surpresas desagradáveis. Deveria tomar consciência de que as suas opiniões, muitas vezes, dependem das perspetivas, o que nesta altura se notará de forma bastante significativa. Para evitar que as suas palavras sejam mal interpretadas, pondere e reflita sobre os fundamentos dos seus julgamentos.

 

Gémeos

(22 de Maio a 21 de Junho)

Aproveite a energia do princípio do mês para tratar e organizar assuntos financeiros. No entanto, esteja consciente que terá de resistir a qualquer tipo de apelo a ações exageradas, seja com a vontade de gastar o que não tem, mas pensa vir a ter, seja procurando ganhar depressa demais. Poderá resultar em consequências indesejáveis. Uma visão realista e pragmática pode ajudar a fazer escolhas mais acertadas. Na última fase do mês, aproveite a energia presente para atualizar os seus contactos, desfrutando de tempo para passear e conversar, irá ajudá-lo a comunicar e a estabelecer diálogo com os outros. É sempre importante para a energia de Gémeos mas, este mês, será ainda mais forte esta tendência.

 

Caranguejo

(22 de Junho a 22 de Julho)

A presença da energia marciana, ativa e dinâmica, no signo de Caranguejo, um posicionamento considerado delicado, poderá manter um ambiente emocional bastante tenso. Com especial foco nos seus relacionamentos, para os quais necessitará de muita tolerância, para evitar rompimentos bruscos. No entanto, esta energia também poderá apelar à sua capacidade de estabelecer limites razoáveis, porque alguém próximo de si pode não saber respeitá-los. Mesmo antes do mês terminar, começará a sentir uma energia mais suave e benéfica, sendo natural que sinta que tudo lhe parece mais fácil. Provavelmente, poderá ter um contributo suavizante nos conflitos do início do mês.

 

Leão

(23 de Julho a 22 de Agosto)

A época do seu aniversário aproxima-se e é possível que até aí se sinta um pouco mais desprovido de energia, até que no dia 22, o Sol entre no seu signo. Logo no dia seguinte, a energia da Lua Nova que, neste mês, se dá neste signo, trará novas possibilidades para este novo ciclo anual, o que sugere que utilize esta energia para fazer planos de médio termo. Dado que, no início do mês, o planeta regente da comunicação ingressa em Leão, o que poderá significar que estar isolado lhe parecerá bastante menos apetecível, será uma fase em que exprimir-se será quase uma exigência. Apenas deverá ter em conta que comunicar significa emitir e receber, assim retirará deste momento uma maior aprendizagem. Há também a referir que, no dia 20, Marte, o planeta da ação, ingressará neste signo, pelo que deverá manifestar-se como uma energia mais dinâmica e útil para os seus projetos.

 

Virgem

(23 de Agosto a 22 de Setembro)

Nas duas primeiras semanas deste mês, poderá notar uma energia mais sociável e poderá fortalecer a sua ligação com o grupo de amigos. Será importante para si passar algum do seu tempo livre convivendo com pessoas com quem partilha interesses comuns. Depois do dia 22, é possível que sinta uma espécie de mudança na sua energia em geral e, nesta fase, poderá sentir maior necessidade de se recolher da intensa vida social da fase anterior. Em meados do mês, as suas parcerias profissionais poderão estar sob um efeito menos agradável e é possível que precise de reforçar os seus esforços para conseguir apoio para os seus projetos. A mesma energia poderá significar que uma relação próxima esteja a influenciar de forma perturbadora a sua carreira profissional, ou algum tipo de dificuldades em conciliar estes dois temas. Perto do fim do mês, Mercúrio ingressará em Virgem, sendo ele o regente deste signo, pelo que este será um acréscimo energético importante para que possa entender melhor e assim comunicar os seus projetos de vida.

 

Balança

(23 de Setembro a 23 de Outubro)

Em meados deste mês, deverá ter cuidado com algumas tensões possíveis entre membros da sua família e alguma relação próxima. Talvez a(o) sua(seu) parceria(o) amorosa(o) não esteja de acordo com a forma como lida com os seus familiares ou talvez estes não aprovem facilmente a sua escolha amorosa. Parece ser mais aconselhável deixar passar algum tempo para que possa decidir de acordo com a sua verdade e não por impulso. Evitar os confrontos e as discussões é uma das características mais fortes do signo Balança, mas, nesta altura, poderá a diplomacia estar afastada do seu pensamento.

 

Escorpião

(24 de Outubro a 22 de Novembro)

Os regentes deste signo iniciam o mês bastante tensos, por isso, poderá ser mais difícil manter as ideias e as palavras sob controlo.
As suas vontades e os seus propósitos poderão ser desafiados e será um momento de teste ao que representam os seus valores. Dada a tensão existente, encontrar formas de se tranquilizar será uma resposta mais adequada a este momento de crise.

 

 

 

Sagitário

(23 de Novembro a 21 de Dezembro)

Neste mês, a contenção das despesas deverá estar no topo das suas preocupações. Antes de qualquer decisão importante que se refira a gastos e, mesmo a ganhos, deverá questionar-se sobre todos os aspetos da situação. Caso contrário, poderão ocorrer situações cujas consequências poderão não ser do seu agrado. Um dos pontos de apoio desta fase poderá vir de uma relação que esteja a demonstrar-se mais importante do que parecia e, por volta do dia 23, poderá ter de trabalhar o seu sentido de compromisso.

 

 

Capricórnio

(22 de Dezembro a 20 de Janeiro)

No dia 9, a Lua Cheia ocorre neste signo, unindo a energia de Capricórnio à energia de Caranguejo, pelo que se tratará de uma oportunidade de equilibrar as emoções com o sentido pragmático característico de Capricórnio. As suas relações de parceria poderão ser um desafio maior, especialmente na primeira metade do mês, e poderá não ser fácil encontrar consensos. Deve, no entanto, dar o tempo necessário para tentar perceber se ceder, será, ou não, a melhor opção . No final do mês, volta uma energia tensa. Não se deixar impressionar por pressões internas nem externas.

 

 

Aquário

(21 de Janeiro a 19 de Fevereiro)

Neste momento, precisa de descansar e respeitar os seus ritmos, quer de alimentação, quer de sono, assim, evitará uma sensação de cansaço excessivo. Caso não se organize melhor, poderá esgotar as suas reservas energéticas. Isso poderia resultar num estado de confusão e desorganização pouco útil. Mais perto do final do mês, no dia 23, ocorre a Lua Nova no signo oposto, Leão, pelo que ativará a sua área de vida dos relacionamentos. Esta será uma porta de entrada que lhe permitirá melhorar a forma como se relaciona.

 

 

Peixes

(20 de Fevereiro a 20 de Março)

Procure evitar envolver-se em atividades, físicas ou não, que lhe pareçam representar níveis de risco. Isto poderá significar um maior sentido de competitividade ou, ainda, que seja alvo da mesma. Uma vez que tem capacidade de perceber estes limites, o melhor será abster-se de qualquer assunto que lhe pareça arriscado. Em meados do mês, um sentimento angustiante, de que algo lhe falta, poderá trazer alguma confusão emocional, que poderá ser transtornadora, caso esteja numa relação. Desaconselha-se, assim, a tomada de decisões apressadas. Depois do dia 26, uma boa conversa poderá ajudar a esclarecer o rumo a dar nesta área.

 

Por Carmen Ferreira

Astróloga e Hipnoterapeuta

Clínica Dr. Alberto Lopes

geral@hipnoseeregressao.com / 225 028 162 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

five × 2 =